parada

Boa Vista tem abrigos de ônibus abastecidos com energia solar

Energia é proveniente de uma pequena usina construída no estacionamento da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente

Os abrigos de passageiros de transporte público da cidade de Boa Vista (Roraima) contam com iluminação e climatização por meio da energia solar. Os locais são abastecidos pela usina fotovoltaica construída no estacionamento da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente.

De acordo com a prefeitura da cidade, o objetivo principal é o de minimizar os impactos ambientais e promover o uso consciente dos recursos públicos, gerando uma economia de cerca de R$ 6 mil mensais com a capacidade de produção de 60kW. No momento, diversos abrigos da cidade estão sendo interligados à usina instalada na secretaria, que produz energia suficiente para suprir as necessidades e gerar quantitativos excedentes que são devolvidos à rede elétrica.

Na prática, o Sol abastece diariamente a usina fotovoltaica do estacionamento de Secretaria e insere o que é produzido de energia na rede elétrica. No final do mês, quando a conta chega, o valor produzido pela usina é abatido sobre o que foi gasto com eletricidade.

A proposta inicial era instalar painéis fotovoltaicos e baterias recarregáveis nos próprios pontos de paradas de ônibus, porém furtos e roubos mudaram os rumos do projeto. Dos 380 primeiros abrigos que receberam os equipamentos, 270 foram furtados, sendo levadas 12 placas solares, 11 módulos de caixa completa, 538 baterias e 29 controladores. O prejuízo foi de aproximadamente R$ 800 mil.

A Prefeitura recolheu os restantes dos abrigos e os realocou para a usina em um único local, que ficaria responsável por gerar energia suficiente para abater nas contas o que é gasto para iluminá-los. Hoje, 160 abrigos simples já estão funcionando por meio da energia gerada pela usina. O restante está sendo adaptado gradativamente.

“Ao recebermos reclamações de falta de iluminação em alguns pontos e comprovamos que os materiais estavam sendo furtados, imediatamente mudamos os planos de colocar os equipamentos e começamos a recolher para não perder tudo e trabalhar uma nova estratégia; aproveitar os equipamentos para utilizar na usina e abastecer todos os abrigos, tanto com iluminação como com a climatização”, explica o secretário municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Daniel Peixoto.

Além dos pontos, outros empreendimentos de Boa Vista são abastecidos com energia solar, como Terminal de Ônibus Luiz Canuto Chaves, Palácio 9 de julho, Mercado São Francisco (envia o excedente para o Hospital da Criança) e a comunidade indígena Darora.

 

FONTE: Portal Solar

Related Post

0 Comments